MAPA DO SITE

Secretaria de Saúde e Promotoria Pública debatem questões ligadas à saúde em Sapé

09/05/2017 às 14h41m



Foi realizada na manhã de segunda-feira (8), no Fórum Desembargador Joaquim Sérgio Madruga, reunião convocada pela Promotora de Sapé, Dra. Juliana Couto, para debater junto aos profissionais da saúde do município questões relacionadas à constante demanda proveniente dos serviços públicos ligados à área e possíveis melhorias para serem adotadas no atendimento à população.

Estiveram presentes na reunião a Secretária de Saúde Maria das Graças Feliciano, representantes da Diretoria do Hospital Sá de Andrade, da área farmacêutica do município, os gestores da rede de saúde mental, a equipe de atenção básica do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), além dos médicos que compõem a rede municipal de saúde.

Dentre os assuntos debatidos, houve destaque para o ajuste na distribuição dos medicamentos a população, principalmente os psicotrópicos. Essa distribuição não pode acontecer de forma aleatória e atende prioritariamente às determinações da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME), que por sua vez é atualizada através da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME), variando conforme o perfil dos pacientes de cada município.

Segundo dados oficiais da Secretaria de Saúde de Sapé, atualmente o município possui 52 mil habitantes e atende mensalmente 20 mil pacientes por mês, dos quais 15 mil são de Sapé e os demais de cidades próximas, como Sobrado, Mari e Riachão do Poço. A maior dificuldade constatada pelos profissionais da saúde é que diversos pacientes não compreendem a gravidade de ingerir psicotrópicos indiscriminadamente, e acabam exigindo dos médicos a prescrição para que recebam este tipo de medicamento.

Para Zeno Gomes de Sena, psiquiatra que atua em Sapé, a problemática da dependência de diazepínicos é uma realidade que atinge todo o Brasil. “O grande problema não são as medicações prescritas corretamente para tratamentos, mas sim o abuso da população, inclusive misturando estes medicamentos com outros e até mesmo com drogas, a exemplo do álcool, o que pode levar o paciente a óbito. Necessitamos reduzir o uso dessas medicações da melhor maneira possível”, disse.

A Secretária de Saúde, Maria das Graças Feliciano, entende que é preciso haver alianças entre os poderes públicos e os profissionais da saúde, para que resultados positivos sejam obtidos. “São quase sete mil pacientes do município que fazem uso dos medicamentos psicotrópicos; necessitamos assim construir alternativas e propostas para capacitar não só a classe médica e demais profissionais da saúde, mas também a população. Iremos em breve iniciar fóruns para educar os sapeenses acerca desta questão”, afirmou.

Assuntos como a reforma do Hospital Sá de Andrade, que se encontra em andamento, a iniciação de procedimentos na área dermatológica, o atendimento ambulatorial e a implantação do sistema de classificação de riscos também foram debatidos. A Promotora Dra. Juliana Couto avaliou que objetivo da reunião fora atendido, pois tratar diretamente com os médicos a respeito das questões levadas pela população à Promotoria é o caminho ideal para se chegar à soluções possíveis. A promotora acredita que as pautas debatidas trarão resultados a médio e longo prazo.

O Prefeito Roberto Feliciano acredita que reuniões como esta trazem à tona os problemas essenciais, como os de saúde, são primordiais para conhecer a realidade da população e encontrar maneiras de atuar nessas situações. “Sapé hoje é um município que possui atendimentos médicos praticamente em todos os bairros, através dos PSF. A saúde é questão essencial na nossa gestão e por isso estamos lutando para cada vez mais tornar os atendimentos dignos, além de buscar alternativas que possibilitem uma saúde acessível para todos.”, finalizou.

Últimas Notícias

Programa Novo Mais Educação completa 3 meses de atividades no município.

Memorial Augusto dos Anjos ganha um novo site

Prefeitura entrega kits aos Agentes de Combate de Endemias

Estatuto do Idoso pode ser incluído como currículo complementar na rede municipal de ensino

Câmara de Sapé aprova Voto de Aplauso para o secretário Romero Baunilha Neto

1ª Festa dos Artistas de Sapé realizada com sucesso

Confira outras notícias

Programa Novo Mais Educação completa 3 meses de atividades no município.

A Prefeitura Municipal de Sapé vem desenvolvendo a mais de três meses o Programa Novo Mais Educação, com atividades que tem como objetivo melhorar a aprendizagem dos estudantes da rede municipal de ensino.A comunidade escolar beneficiada tem relatado a melhoria que esses estudantes estão apresentando, e reconhecendo o engajamento da administração municipal em oferecer uma educação de qualidade.Com foco nessa melhoria, foram aplicadas avaliações, ...

Saiba mais informações

Memorial Augusto dos Anjos ganha um novo site

O Memorial Augusto dos Anjos, mantido pela Prefeitura Municipal de Sapé, vai ganhar um site, fruto de um projeto aprovado no Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos – FIC, do Governo do Estado. O lançamento será na próxima sexta-feira, dia 18, às 19h, na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa. Além do site, que se constitui num importante instrumento de comunicação para melhor conhecimento do Memorial Augusto dos Anjos, os documentos mai...

Saiba mais informações

Prefeitura entrega kits aos Agentes de Combate de Endemias

A Secretaria Municipal de Saúde de Sapé entregou quarta-feira, dia 9, Kits completos de material de trabalho para os Agentes de Combate de Endemias – ACE na Escola Municipal de Saúde, em solenidade presidida pela Secretária de Saúde Graça Malheiros Feliciano. A secretária destacou que a entrega do material é uma demonstração do compromisso da administração municipal em favor destes profissionais "que são tão dedicados à sociedade do município"....

Saiba mais informações

Estatuto do Idoso pode ser incluído como currículo complementar na rede municipal de ensino

A Prefeitura Municipal de Sapé deverá adotar o Estatuto do Idoso como Currículo Complementar, em razão da data da instituição do Estatuto do Idoso, Lei 10.741/ de 01 de Outubro de 2003. Os primeiros contratos para a viabilização desta iniciativa aconteceram na terça-feira, dia 9, durante encontro entre o secretário da Educação, Cultura, Esporte e Turismo, Kildere André Lima de Freitas e representantes da Associação da Melhor Idade de Sapé (AMIS...

Saiba mais informações
Todos os direitos reservados 2016 - Desenvolvido pela Fale Comunicação