Secretaria de Desenvolvimento Social

Reduzir as desigualdades sociais por meio de programas sociais. Este é um dos objetivos da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES), que promove a inclusão social e garante o acesso aos programas, serviços e benefícios sócio-assistenciais, promovendo o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, bem como propicia a inserção de mão de obra no mercado de trabalho da região.


 

Projetos e Ações:

  • Serviço de convivência e fortalecimento  - SCFV:

É um Serviço ofertado para a proteção social básica, com o objetivo de complementar as ações da família e comunidade. Contribuir com a proteção e desenvolvimento de crianças a partir de 06 anos, adolescentes e pessoas idosas a partir dos 60 anos. Os atendimentos são realizados em dias alternados, sendo, dois dias com atividades para crianças, bem como para adolescentes e um dia para pessoas da terceira idade. Essas ocupações são realizadas nos períodos matutino e vespertino, sendo executadas atividades de diversas naturezas, como: torneios, gincanas culturais, teatro, dança, narração de histórias, atividades artesanais com materiais reciclados, dentre outros.

 

  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI:

Em parceria com o Governo Federal, através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI, atendemos aproximadamente 280 crianças e adolescentes carentes do município de Sapé com o objetivo de desenvolver um trabalho pedagógico, visando contribuir com o desenvolvimento das crianças e adolescentes no que diz respeito a capacidade física, afetiva, psíquica e social, procurando despertar o prazer em participar de atividades que estimulem o desempenho no processo natural de emancipação pessoal.

 

  • Centro de Referência de Assistência Social – CRAS I e II:

Unidade que possibilita o acesso de um número significativo de famílias à rede de proteção Social de Assistência Social. O CRAS direciona o indivíduo ou toda família para outros serviços, programas e benefícios de proteção social básica, oferecidos pela Prefeitura Municipal de Sapé, relativos à segurança de rendimento, autonomia, acolhida, convívio familiar e comunitária.

Tem como objetivo prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidades e riscos Sociais meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania. Esses serviços são de caráter preventivo, protetivo e proativo.

 

  • Casa de Acolhida de Sapé- PB:

A Casa de Acolhida é um local destinado a medidas protetivas de crianças e adolescentes com idade de 0 à 18 anos, residentes no município de Sapé, Riachão do Poço e Sobrado, que se encontrem em situação de risco pessoal e social.

A Casa de Acolhida tem como Objetivo:

Proteger e apoiar crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, resguardando seus direitos;

Prestar atendimento e orientação às crianças, visando à preservação dos vínculos familiares;

Prestar atendimento às necessidades básicas de alimentação, higiene e saúde de crianças abrigadas;

Apoiar o processo de busca da identidade e autonomia da criança abrigada, permitindo-lhe reconhecer características e potencialidades próprias, buscando resgatar a sua autoestima;

Possibilitar o acesso às atividades educacionais, culturais, esportivas e de lazer nas suas diversas formas visando à socialização do abrigado;

Desenvolver atividades socioeducativas aos abrigados;

Preparar o abrigado para integração em família substituta, ampliada e extensiva, para encaminhamento a outras instituições ou para adoção, quando esgotadas as possibilidades de manutenção na família de origem.

 

  • Centro de Referência Especializado de Assistencia Social:

É um Programa da Secretaria de Desencolvimento Social cujo objetivo constitui a proteção e combate aos direitos violados contra:

Crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual, abandono, maus tratos, negligência, violência física e/ou psicológica, trabalho infantil, situação de rua;

Idosos vítimas de abandono, negligência, maus tratos, violência física e/ou psicológica, situação de rua, exploração financeira;

Público LGBT vítima de preconceito, discriminação, violência física e/ou psicológica homofobia, abuso e exploração sexual;

Mulheres vítimas de violência doméstica (física, psicológica ou sexual);

Portadores de Necessidades Especiais vítimas de negligência, abandono, maus tratos, violência física e/ou psicológica, abuso, exploração sexual e/ou financeira.

Dentre as atribuições de competência do Creas, destaca-se a aplicação de Medidas Sócio Educativas, bem como a política de prevenção e combate ao uso de drogas nas escolas,  destacando ainda, o apoio na luta contra a erradicação do trabalho infantil e realização de palestras nas escolas sobre temas que chamem atenção sobre o abuso e exploração sexual, violência contra idosos, violência doméstica e outros assuntos que estejam interligados ao trabalho desenvolvido pelo Programa.

 

Horário de funcionamento:

Das 07:00 às 13:00 horas.


Como nos localizar:

Endereço: Av. Getúlio Vargas, 194, Centro

Responsável: Wiviane Eugênia de Paiva

Auxiliar: Rodrigues Neto

Contato: (83) 98124 8950

E-mail: rodriguesneto83@hotmail.com

 

 

Últimas Notícias

Prefeitura retornou atividades dos programas PETI e SCFV

Secretária Wiviane participa de evento sobre assistência social

CMDCA cadastra entidades e realizará assembleia

SCFV inicia atividades a partir do dia 15 deste mês

Prefeitura promove confraternização natalina para grupos da melhor idade

Prefeitura promove confraternização com grupos de idosos

Trabalho social em Sapé é reconhecido com Medalha Brasil-Suiça

Público infantil comemora a Festa das Crianças

Todos os direitos reservados 2016 - Desenvolvido pela Fale Comunicação