Portal atualizado em: 27 de setembro de 2022 às 14:58h

Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura diploma acadêmicos

Início Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura diploma acadêmicos

A Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura (Aslac) promoveu na última quarta-feira (21) a cerimônia de posse e diplomação dos acadêmicos fundadores da instituição. Foram empossados 15 dos 40 acadêmicos de cadeira permanente, que de agora em diante carregam o título de Imortais (Ad Immortalitatem).

Dentre os escolhidos estavam professores, escritores, compositores, poetas, cineastas e ativistas culturais das cidades de Sapé, Mari e Sobrado que nos discursos de posse homenagearam e relembram o legado das personalidades que influenciaram e disseminaram a cultura popular e erudita na região.

Ainda durante a sessão solene foram empossados quatro integrantes beneméritos e cinco membros correspondentes da Aslac .Também foi entregue a Comenda do Mérito Cultural Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos.

Diplomado como imortal, o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo, Marcone Pessoa Júnior, relembrou o papel da Prefeitura de Sapé na fundação da Academia. “A gestão municipal foi uma das principais incentivadoras para que a Aslac ganhasse vida e se tornasse efetivamente a Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura. A Prefeitura deu total apoio à cerimônia de lançamento bem como na solenidade de hoje”, afirmou.

Já a presidente da entidade, Ana Maria Almeida, reafirmou o compromisso da instituição em relembrar as expressões artísticas dos diversos segmentos culturais e projetou ações que a organização pretende promover. “A Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura tem na sua criação, dentre outras funções, preservar, incentivar e difundir as realizações literárias e culturais das três cidades que a compõem: Sapé, Sobrado e Mari. A Aslac também poderá servir para constituir um espaço para realizações de estudos e pesquisas artísticas, bem como de promoção de concursos, congressos, simpósios, projetos de leituras para escolas, além de servir como ponte para futuros intercâmbios”, explicou.

O evento ainda contou com a apresentação do instrumentista e acordeonista sapeense, Ivan Martins, que além de executar o hino nacional brasileiro, encantou o público presente com músicas regionais e internacionais. Estiveram presentes à sessão solene autoridades dos poderes executivo, legislativo e judiciário das cidades que compõem a Aslac, como também representantes da Academia Paraibana de Letras e de outras Casas Literárias.

Sobre a Academia – A Academia Sapeense de Letras, Artes e Cultura foi fundada em 13 de outubro de 2021 e instalada em 22 de abril de 2022. Ela tem como finalidade resgatar, valorizar e fomentar a cultura literária, artística e cultural da região imediata do município de Sapé, Mari e Sobrado.

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade