Portal atualizado em: 19 de abril de 2024 às 12:39h

Cinematerapia: Prefeitura promove sessão de cinema para as crianças do Caps infantil

Início Cinematerapia: Prefeitura promove sessão de cinema para as crianças do Caps infantil

Cinematerapia: Prefeitura promove sessão de cinema para as crianças do Caps infantil

Secretaria de Saúde

Autor: Assessoria

Cinematerapia: Prefeitura promove sessão de cinema para as crianças do Caps infantil

A Prefeitura de Sapé está promovendo durante esta quarta-feira (14) ‘cinematerapia’ para os assistidos do Centro de Atenção Psicossocial (Caps infantil). A ação é coordenada pela Secretaria de Saúde do município. A atividade consiste nas dinâmicas de apresentação de um filme, serviço de lanches como pipoca, cachorro-quente e bolo, além de um momento dedicado para […]

14/12/2022 16h45 Atualizado há 1 ano atrás

A Prefeitura de Sapé está promovendo durante esta quarta-feira (14) ‘cinematerapia’ para os assistidos do Centro de Atenção Psicossocial (Caps infantil). A ação é coordenada pela Secretaria de Saúde do município.

A atividade consiste nas dinâmicas de apresentação de um filme, serviço de lanches como pipoca, cachorro-quente e bolo, além de um momento dedicado para comentários a respeito da obra apresentada.

O filme escolhido foi “A Estrela de Belém”, filme de animação dirigido por Timothy Reckart, onde os personagens “Burrinho Boo” e seus amigos seguem uma estrela e protagonizam uma história que fala sobre a magia do primeiro Natal.

“Nosso intuito com a escolha do filme foi trazer o verdadeiro sentido do natal, que é o nascimento de Jesus. Isso é muito importante para que eles entendam o significado da época. É uma ação conjunta e multidisciplinar, onde nossos profissionais estão envolvidos e empenhados em acompanhar esse momento” disse Ingrid Cabral, coordenadora do Caps Infantil.

O trabalho com ‘cinematerapia’ vem sendo ofertado pelo Caps I desde setembro, e para a psicóloga Cássia Lima, a técnica chega como importante meio terapêutico que trabalha múltiplos estímulos e novas experiências.

“A criança acaba criando identificação com alguma cena ou personagem, também trabalha a emoção onde eles podem chorar ou sorrir de acordo com a narrativa. É um trabalho em grupo, social, de atenção, de concentração, criatividade e imaginação, então vemos aí a relevância de fazer esse trabalho junto a eles”, pontuou.

Pela manhã, a sessão foi realizada com crianças até 12 anos, já os adolescentes até 18 anos estarão participando da mesma dinâmica no período da tarde.


Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.