Portal atualizado em: 5 de julho de 2022 às 16:47h

Prefeitura de Sapé alerta contra a exploração e o trabalho infantil durante as festividades de São João

Início Prefeitura de Sapé alerta contra a exploração e o trabalho infantil durante as festividades de São João

A Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Sapé convoca toda a cidade para uma mobilização geral contra a exploração e o trabalho infantil no período do São João. A ação acontecerá do dia 23 a 29 desse mês e ocorrerá através de conscientização, fiscalização e incentivo à denúncia, com objetivo de conscientizar as pessoas do município sobre a vulnerabilidade de crianças e adolescentes neste período do ano.

Devido ao aumento das demandas de trabalho no mês junino, o índice de exploração infantil aumenta consideravelmente, levando crianças e adolescentes às ruas para trabalhar de maneira não-regulamentada. O clima festivo também aproxima os adolescentes das drogas lícitas ou ilícitas e dos motéis, situações que são consideradas crime, pois violam a legislação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e os expõem a perigos.

Segundo a secretária executiva da pasta, Mariluce Figueiredo, o objetivo da campanha é realizar uma busca ativa e sensibilizar a sociedade sobre a importância de dizer não ao trabalho e à exploração infantil. “Precisamos nos mobilizar e conscientizar toda a sociedade civil a dizer não ao trabalho infantil, a não vender drogas, a não vender álcool em nenhuma ocasião. Como gestão, temos esse olhar e esse cuidado para as nossas crianças e adolescentes e precisamos de todos envolvidos para isso”, enfatizou.

No último dia 12 de junho, a Prefeitura de Sapé realizou uma ação educativa em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, entregando panfletos nas comunidades, realizando palestras sobre as consequências da exploração infantil e enfatizando os direitos desse público, que precisam ser protegidos. Dando continuidade a este trabalho, a equipe da assistência, junto à Secretaria de Desenvolvimento Social do município, irá adicionar placas em bares, motéis e locais estratégicos, como forma de alertar a população.

“A prefeitura municipal atuará através da Secretaria de Desenvolvimento Social, representada por Denise Ribeiro, junto com a nossa rede de proteção: os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS e CREAS), o Conselho Tutelar e o Conselho Municipal Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) e o Programa Criança Feliz. Será a primeira festa do município nesta gestão e precisamos assistir a essas famílias e oferecer a essas crianças e adolescentes o estreitamento com o vínculo familiar”, afirmou Mariluce Figueiredo.

Caso seja identificada a exploração e o trabalho infantil, a população pode acionar os órgãos responsáveis que atuam frente a direitos violados, como o Conselho Tutelar (83 98176-5450) ou o CREAS (83 99341-4301). Outra medida eficaz é ligar para o Disque 100 ou 123.

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade