Portal atualizado em: 23 de junho de 2024 às 8:38h

Prefeitura de Sapé desmente fake news sobre cobrança da taxa de lixo

Início Prefeitura de Sapé desmente fake news sobre cobrança da taxa de lixo

Prefeitura de Sapé desmente fake news sobre cobrança da taxa de lixo

Autor: Assessoria

Prefeitura de Sapé desmente fake news sobre cobrança da taxa de lixo

A Prefeitura de Sapé desmentiu informações falsas sobre a cobrança de taxa de coleta de lixo no município. O procurador do município de Sapé, Aderbal Villar, esclareceu nesta quarta-feira (22) que o novo código tributário apenas regulamenta o que já era executado na cidade e adiciona agora uma base de cálculo para o valor que […]

22/12/2021 17h56 Atualizado há 3 anos atrás

A Prefeitura de Sapé desmentiu informações falsas sobre a cobrança de taxa de coleta de lixo no município. O procurador do município de Sapé, Aderbal Villar, esclareceu nesta quarta-feira (22) que o novo código tributário apenas regulamenta o que já era executado na cidade e adiciona agora uma base de cálculo para o valor que antes era recolhido sem qualquer norma.

Villar ressaltou que a oposição tem espalhado notícias falsas sobre o projeto de lei, relatando até que o valor será cobrado mensalmente, o que se trata de mais uma fake news, já que continuará sendo uma vez ao ano.

“Não criamos nenhuma taxa adicional, não aumentamos valores de forma indiscriminada. Agora a tarifa terá uma base legal e uma base de cálculo, o que não havia antes e fazia com que a cobrança fosse muitas vezes desproporcional”, detalha.

Conforme o procurador, a nova regulamentação implementa uma medida mais justa, de modo que aqueles que geram mais lixo pagam mais, e os que geram menos, pagarão menos.

“Vimos muitas pessoas em situação de vulnerabilidade, de baixa renda, pagando valores altos dessa cobrança. Essa medida vai beneficiar essa parcela da comunidade e vai ser mais equilibrada com quem utiliza mais do serviço, como empresas”, explica.

Ainda de acordo com o auxiliar, as ações foram criadas pelas gestões anteriores. As taxas de iluminação e de lixo foram instituídas em 2010, por Luizinho e Zé Feliciano e desde então vêm sendo cobradas à população.


Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.