Portal atualizado em: 6 de julho de 2022 às 10:23h

Secretaria de Saúde de Sapé alerta para riscos de sintomas graves de covid-19 em fumantes

Início Secretaria de Saúde de Sapé alerta para riscos de sintomas graves de covid-19 em fumantes

Nesta segunda-feira (31), Dia Mundial Sem Tabaco, a Prefeitura de Sapé faz alerta à população para os maiores riscos de contaminação do novo coronavírus para fumantes. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o tabaco causa diferentes tipos de inflamação e prejudica os mecanismos de defesa do organismo e por esse motivo, o tabagismo é considerado fator de risco para a covid-19.

Secretário de Saúde do município, David Roberto ressalta que estudos apontam que tabagistas possuem o sistema respiratório prejudicado pelo fumo e, em caso de infectados pela covid-19, podem desenvolver sintomas mais graves da doença.

“É importante que as pessoas estejam cientes dos riscos. O tabagismo é uma doença perigosa, e agora com a covid-19 isso ficou ainda mais preocupante. Mas a boa notícia é que existe tratamento e se houver disposição suficiente, tem cura. É possível ter uma vida de qualidade”, completou.

O secretário destaca que a Secretaria de Saúde oferece tratamento gratuito para quem deseja parar de fumar. O programa foi reiniciado pela atual gestão no mês de abril e já conta com 14 pessoas sendo acompanhadas.

De acordo com David Roberto, os interessados devem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e informar o desejo de participar do programa de tabagismo. “As enfermeiras fazem o encaminhamento para que a pessoa ingresse nos grupos de tabagismo e comece os cuidados e acompanhamento”, ressaltou.

Tabagismo – O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica causada pela dependência à nicotina presente nos produtos à base de tabaco. A Revisão da Classificação Estatística de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10) aponta que o tabagismo integra o grupo de transtornos mentais e comportamentais. Estudos indicam que a doença é a maior causa evitável isolada de adoecimento e mortes precoces em todo o mundo.

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade