Portal atualizado em: 6 de dezembro de 2022 às 11:01h

Secretaria de Saúde realiza pit stop e chama atenção da população para o Setembro Amarelo

Início Secretaria de Saúde realiza pit stop e chama atenção da população para o Setembro Amarelo

Secretaria de Saúde realiza pit stop e chama atenção da população para o Setembro Amarelo

PROCON MunicipalProcuradoria Geral do MunicípioSecretaria de Desenvolvimento SocialSecretaria de Educação, Cultura, Esporte e TurismoSecretaria de FinançasSecretaria de Meio Ambiente e InfraestruturaSecretaria de Mobilidade UrbanaSecretaria de PlanejamentoSecretaria de Saúde

Autor: Assessoria

Secretaria de Saúde realiza pit stop e chama atenção da população para o Setembro Amarelo

Essa é a última semana de setembro, mas as ações que marcam o Setembro Amarelo continuam acontecendo. Na manhã desta quarta-feira (28), as equipes que compõem os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) realizaram um pit stop com distribuição de adesivos e panfletos que chamam atenção da população para o tema. A ação é uma realização […]

28/09/2022 18h25 Atualizado há 2 meses atrás

Essa é a última semana de setembro, mas as ações que marcam o Setembro Amarelo continuam acontecendo. Na manhã desta quarta-feira (28), as equipes que compõem os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) realizaram um pit stop com distribuição de adesivos e panfletos que chamam atenção da população para o tema. A ação é uma realização da Prefeitura de Sapé e coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Para o coordenador dos Centros de Atenção Psicossocial de Sapé, Cássio Brito, o saldo da campanha já aponta resultados positivos com a procura da população por atendimento nas unidades. Mas as ações, como esse pit stop, não vão parar.

“Precisamos entrar na casa de cada sapeense que enfrenta algum problema psicológico, seja para oferecer apoio social ou levar apenas uma palavra amiga. Muitas vezes tudo o que a pessoa precisa é que alguém tenha disponibilidade para ouvi-la. Nós do Caps iremos continuar com o nosso trabalho – oferecendo sempre o melhor serviço para quem nos procura e para aqueles que sentem o desejo de conhecer os serviços oferecidos. Nosso trabalho não vai parar apenas porque setembro está acabando, aqui será contínuo”, disse.

Atualmente, os Caps atendem uma média de 1.700 pessoas mensalmente. O atendimento é gratuito e não requer o encaminhamento através de um médico. O usuário pode se dirigir até a unidade mais próxima, onde será avaliado e encaminhado para o tratamento correto.

São oferecidas oficinas de artesanatos, dinâmicas, atividades esportivas e palestras sobre diversos temas que possam chamar a atenção dos usuários. Cada unidade dispõe de uma equipe multidisciplinar que está habilitada para prestar cuidados e atenção para esses usuários, buscando preservar a cidadania de cada um e oferecer o tratamento especializado para seu transtorno e perto da família, para que o vínculo fortaleça e ajude no tratamento.

Saiba onde encontrar os atendimentos especializados:

Caps Tm (Rua Orcine Fernandes)
Caps infantil e AD (Rua Juscelino Kubitscheck)


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade