Portal atualizado em: 21 de setembro de 2021 às 15:47h

Serviço de Atenção Domiciliar tem média de 790 atendimentos e foca na desospitalização dos pacientes em Sapé

Início Serviço de Atenção Domiciliar tem média de 790 atendimentos e foca na desospitalização dos pacientes em Sapé

Com uma média de 789 atendimentos por mês e 3,2 mil no semestre, o Sistema de Atenção Domiciliar (SAD) de Sapé conta com duas equipes formadas por multiprofissionais que atendem pacientes acamados e domiciliados, que não possuem condições de ir até uma unidade de saúde.

O serviço é iniciativa do Governo Federal, ofertado pela Prefeitura de Sapé e coordenado pela Secretaria de Saúde do município.

Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudióloga, psicóloga e assistente social são profissionais que vão às casas dos pacientes. Os atendimentos acontecem das 7h30 às 17h, de segunda a sexta-feira, e funcionam em escala de plantão aos sábados e domingos.

Coordenadora do programa, a enfermeira Milena Marques ressalta que um dos objetivos do atendimento em casa é a desospitalização – processo de humanizar pacientes que se encontram hospitalizados e oferecer os serviços em domicílio, garantindo uma recuperação mais rápida e perto dos familiares.

“Temos duas equipes totalmente humanizadas que prestam assistência na residência do paciente, no conforto do lar, onde estão com a família. Isso é muito importante para eles e para nós, também é muito gratificante. Cada sorriso, cada amizade que fazemos, cada abraço que ganhamos faz valer a pena. Pois eles reconhecem nosso trabalho e nos agradecem”, pontua.

O atendimento em casa é resultado do trabalho em conjunto do SAD com as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), o Centro Especializado de Reabilitação (CER) e o Hospital Dr. Sá Andrade.

Para ter acesso ao programa, a coordenadora explica que, na maioria das vezes, o encaminhamento acontece através dessas redes de saúde. Entenda como pode ser solicitado.

UBS – O agente comunitário de saúde juntamente com a enfermeira identifica o paciente acamado que necessita de um cuidado contínuo e visitas mais frequentes. A enfermeira da UBS encaminha o paciente para o serviço domiciliar com o prognóstico preciso.

Nasf  – Durante as visitas domiciliares os profissionais identificam o paciente que necessita de um cuidado avançado e contínuo. Neste caso, o paciente é encaminhado para o SAD.

Hospital – A assistente social entra em contato com o SAD quando um paciente acamado recebe alta e necessita de cuidados contínuos das equipes Multiprofissional de Atenção Domiciliar e Multidisciplinar de apoio. O atendimento é feito com foco na desospitalização.

Demanda Espontânea – Cuidadores e familiares podem procurar a sede e agendar uma avaliação. O endereço é Rua Pe. Zeferino Maria, S/N, Centro de Sapé.

 

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support