Portal atualizado em: 27 de setembro de 2022 às 14:58h

Setembro amarelo: Prefeitura de Sapé possui rede de assistência à pessoa com transtornos mentais

Início Setembro amarelo: Prefeitura de Sapé possui rede de assistência à pessoa com transtornos mentais

A Prefeitura de Sapé, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), disponibiliza uma rede de assistência à pessoa com transtornos mentais. O assunto foi abordado durante o podcast ‘É Sobre Sapé’, que na última segunda-feira (12) recebeu a psicóloga Jussara Silva e o coordenador do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Cássio Brito, que abordaram os serviços prestados pela gestão e ainda as formas de ajudar uma pessoa em sofrimento mental.

O município de Sapé disponibiliza uma rede de saúde para atendimento de pessoas que apresentam algum transtorno mental ou precisam de ajuda especializada para cuidados psicológicos. Os atendimentos podem acontecer através dos Caps, que oferecem atendimento multiprofissional com psicólogos, psiquiatras, nutricionistas, educadores físicos, entre outras especializações. Além das unidades, a saúde ainda conta com uma rede completa, desde as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), ao Centro Especializado de Reabilitação (CER), além da Equipe Multiprofissional da Atenção Básica”, antes conhecida como ‘Nasf’.

Para Cássio Brito, coordenador dos Caps em Sapé, o tratamento realizado através do Caps é sinônimo de liberdade. “Antes essas pessoas precisavam ficar internadas para obter esse tipo de tratamento, com a chegada do Caps, elas já podem decidir se querem o tratamento e como desejam. Ele substitui um tratamento retrógrado. Garantimos o direito ao cuidado psicológico em liberdade”, ressaltou.

Durante o podCast, ainda foi abordado a relevância do Setembro Amarelo, quando são desenvolvidas ações de combate ao suicídio e valorização a vida. O mês, voltado para a conscientização do tema, é fundamental debater as formas de ajudar uma pessoa próxima que tenha algum transtorno mental ou que tenha pensamentos suicidas.

Para a psicóloga e coordenadora do Centro de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Maria Jussara Silva, é de extrema importância ações que estimulem a conversa entre essas pessoas que possuem algum tipo de transtorno mental. “Cada pessoa que comete o suicídio tem os seus motivos e alguns fatores levam a isso. São pessoas que não querem se matar, elas não procuram a morte, elas procuram o alivio do sofrimento mental, do sofrimento emocional. Por isso, precisamos estar preparados para acolher essas pessoas, ouvi-las, e ampará-las”, ressaltou.

O PodCast É Sobre Sapé, acontece todas as segundas, no canal da Prefeitura, na plataforma digital Youtube, onde fica disponível para ser acessado.

Neste ano, a Secretaria Municipal Saúde (SMS), lançou a campanha Setembro Amarelo – Por amor à Vida, onde estão sendo trabalhadas ações internas para servidores e para a população.

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade